% OFF

Livro - Rick and Morty e a Filosofia: No Princípio Era o Squanch

R$59,90

R$47,90

20% OFF
11x de R$5,15

LIVRO EM PRÉ-VENDA COM 20% DE DESCONTO. AS POSTAGENS SERÃO FEITAS NA SEMANA DO DIA 7 DE DEZEMBRO. 

A série de ficção científica Rick e Morty é famosa por seu anti-herói niilista, Rick Sanchez. Rick é um personagem que rejeita Deus, religião e qualquer sentido para a vida, mas que abraça a ciência e a tecnologia.

Isso faz com que o programa frequentemente apresente uma visão de mundo favorável à ciência e que despreza a espiritualidade. Temos ali existencialismo, misturado com o absurdo, e uma dose saudável (ou doentia) de piadas idiotas. Rick and Morty e a Filosofia trata dos fundamentos filosóficos da série.

Os autores explicam e desenvolvem ideias que são mencionadas ou ilustradas em vários episódios, para que os fãs possam obter provas realmente sólidas do que já sabem: essa série é incrível e profunda. Rick tem acesso a tecnologias que lhe permitem pular entre dimensões ou realidades, muitas vezes colocando Morty, seu neto, em perigo mortal. No entanto, como há um número infinito de Mortys no multiverso, se seu Morty morrer, Rick sempre pode simplesmente substitui-lo por outro Morty de uma dimensão diferente. Uma pergunta que surge é: esses Mortys são realmente idênticos um ao outro? E se um deles morrer, ele pode realmente ser substituído sem perdas?

Outro importante personagem da série é Jerry, marido da filha de Rick. Jerry é um perdedor sem respeito próprio, desesperado em obter qualquer tipo de respeito pelos outros. Por que é tão importante que ele tenha respeito próprio? Como essa falta de respeito próprio afeta as pessoas ao seu redor? Em certa aventura, Jerry se encontra na posição de poder salvar um dos maiores líderes dos direitos civis no universo, que está com problemas cardíacos. Jerry pode salvar a vida daquele líder se doar seu pênis – órgão que combina perfeitamente com o coração debilitado do alienígena. Jerry tem uma obrigação moral de fazer essa doação? Recentemente, especialistas em ética como Peter Singer e Julian Savulescu argumentaram que as pessoas têm a obrigação moral de doar um rim para quem precisa. Por que o mesmo não se aplicaria ao pênis de Jerry? Essa doação está acima e além de uma obrigação moral e, consequentemente, opcional, ou é uma obrigação moral básica e, portanto, necessária, como sugerem especialistas em ética como Singer e Savulescu?

Este livro também inclui capítulos que examinam a experiência de assistir Rick e Morty. Um escritor argumenta que muitos dos episódios de Rick e Morty induzem nos espectadores um estado de “aporia socrática” ou confusão. Os espectadores são forçados a refletir sobre suas próprias crenças morais sobre o mundo quando os personagens fazem algo que parece bom, mas resulta em consequências terríveis.

A tradução de Rick and Morty e a Filosofia ficou a cargo de Tavos Mata Machado, doutorando em Teoria da Literatura e Literatura Comparada, tradutor e professor de inglês. Através de seu canal no Youtube, Mimimidias, chegou a fazer um vídeo bastante interessante sobre a série “Rick and Morty”, que pode ser conferido aqui: https://www.youtube.com/watch?v=3Q1BpHI4QWI.

Sobre os autores:
Lester C. Abesamis é professor de filosofia nas faculdades Chabot e Ohlone na Califórnia.
Wayne Yuen é professor de filosofia da faculdade Ohlone, Califórnia. 

Parcele em até 12x

Com todos os cartões de crédito

Site seguro

Protegemos seus dados